O cálculo do IMC para os homens

O cálculo do IMC para os homens


Um IMC, quer seja para homens ou para mulheres, contém as mesmas informações e fornece os mesmos resultados. Com efeito, o seu Índice de Massa Corporal define a norma de constituição física em que se encontra.

 

No entanto, os metabolismos são diferentes entre os dois sexos e certas particularidades têm de ser especificadas.

O IMC no homem

Embora o cálculo do IMC e os resultados sejam idênticos, existem fatores exteriores que devem ser tidos em conta.

 

No plano físico e genético, os homens têm mais músculos. Isto significa que a sua massa muscular consome mais energia do que a das mulheres. De facto, quanto mais a pessoa é musculada mais o seu metabolismo basal (a necessidade energética em repouso) é elevado. Um homem sem atividade vai, portanto, gastar mais energia num dia, em comparação com uma pessoa do sexo feminino.

 

Além disso, os homens têm menos massa dita "gorda" do que as mulheres, mas mais massa "magra". O seu organismo inclui igualmente menos células adiposas. É isso que lhes permite "derreter" gordura mais rapidamente.

O aumento de peso nos homens

 

Sendo fisicamente muito diferentes, o aumento e a perda de peso não é o mesmo em função do sexo da pessoa.

No homem, o aumento de peso situa-se principalmente na parte superior do corpo. As áreas mais afetadas são geralmente o peito, os braços, a barriga e o pescoço. Além disso, sendo os homens mais musculados que as mulheres, o facto é que a gordura se deposita sobre os músculos. Mais precisamente, a gordura toma o lugar do músculo.

A distinção não é forçosamente evidente e a leitura do resultado do cálculo do IMC deve ser moderada. Não hesite em recorrer a um profissional para interpretar o seu Índice de Massa Corporal.