Perda de peso: podemos confiar nas dietas ?

Perda de peso: podemos confiar nas dietas ?


Depois de calcular o seu IMC, pode sentir-se tentado a aumentar ou a perder peso. Para isso, é imperativo que procure um profissional de saúde. E dizemos-lhe porquê.

Esqueça as dietas das revistas.

Iniciar uma dieta, é um pouco como saltar para a boca do lobo. Cada pessoa tem um metabolismo diferente e as dietas que encontra nas revistas não são forçosamente adaptadas ao seu.

Daí a importância de consultar um profissional antes de iniciar qualquer regime alimentar. Só um profissional de saúde saberá propor-lhe um regime alimentar adaptado às suas necessidades e também ao seu ritmo de vida. Para que um regime alimentar seja eficaz, é preciso que seja integrado nos seus hábitos. Um profissional estará mais apto a guiá-lo na sua abordagem. Além disso, irá beneficiar de um seguimento real.

Como parte da sua dieta, não hesite em procurar algumas receitas saudáveis ou ideias para não se sentir frustrado por não comer o que lhe apetece.

Reflexos adelgaçantes a adotar.

Se as dietas nem sempre são adequadas, existem reflexos adelgaçantes que o ajudarão a manter a linha e a manter o seu IMC. Eles são:

 

  • Mexer-se! Não ficar sem atividade física. Num ginásio, em equipa ou sozinho, encontre o desporto que lhe dará vontade de se mexer. Mesmo uma caminhada de 30 minutos por dia é eficaz!
  • Beba água! Beber pelo menos 1,5 litros de água por dia é excelente para o trânsito intestinal! É fortemente aconselhado. Além disso, a água também pode servir para reduzir o apetite antes de ir para a mesa
  • Deixar de petiscar! Proibição formal de mordiscar entre as refeições. Se tem fome, é porque as suas refeições não são adaptadas às suas necessidades diárias. No entanto, se sentir um 'buraquinho', opte antes por fruta, uma maçã, por exemplo,

 

Resumindo, se tem muitos quilos para perder ou para ganhar, dirija-se a um profissional. Se não tem muitos, experimente rever a sua alimentação. Esta é bem adaptada às suas necessidades? Costuma comer quando precisa e em grande quantidade? Estas são as perguntas que deve perguntar a si próprio(a) e, se tiver dúvidas, os profissionais de saúde estão cá para isso!